Blog do Ninho

Acompanhe nosso blog de Marketing Digital com notícias sobre Marketing, novidades, ferramentas e tudo o que você precisa para traçar as melhores estratégias.

Home / Blog do Ninho / Brandbook: o que é, seu uso nas redes sociais e exemplos

Brandbook: o que é, seu uso nas redes sociais e exemplos

Publicado em: 17 de julho de 2022

Brandbook: o que é, seu uso nas redes sociais e exemplos

O brandbook é um manual de marca que possui as descrição das diretrizes da empresa para que todas as áreas e pontos de contato possam manter uma identidade preestabelecida. 

Ele funciona como um guia para os profissionais na hora de aplicar a marca nas criações tanto online como offline e, por isso, deve sempre estar ao alcance de todos. Do contrário, a marca corre o risco de perder a unicidade e não ser reconhecida pelo público. 

Entre as principais vantagens de seu uso, podemos citar: 

  • Padronização
  • Facilidade para trabalhos em equipe
  • Organização
  • Garantia de reconhecimento pelo público

O brandbook trata de questões estéticas, mas não é só isso, ele pode ser visto como uma materialização da marca no papel, já que também contém orientações que incluem os valores e propósito da marca. 

Brandbook no visual das redes sociais

A importância do uso do brandbook, ou seja, de um direcionamento estético para as estratégias em redes sociais é indiscutível. Essas plataformas alcançam milhões de pessoas todos os dias e são um ponto de contato importantíssimo. 

Para entender o conceito, pense no seguinte exemplo: 

Uma lanchonete conhecida de sua região costuma postar todos os dias as promoções com uma tarja laranja, indicando o nome do prato e um filtro no mesmo tom na fotografia. Desse modo, o público e a audiência do perfil já estão acostumados e ao entrarem em seu Instagram conseguem identificar instantaneamente as postagens do perfil em questão, o que não iria ocorrer se a cada dia a lanchonete usasse uma cor e filtro diferentes. 

Leia também: Como montar um planejamento de redes sociais perfeito para sua marca

Esse efeito de memorização já foi comprovado por estudos do cérebro humano executados por diversos pesquisadores do marketing e da publicidade. Segundo eles, o reconhecimento de marca está fortemente atrelado ao impacto colorido que ela causa. Um exemplo da força das cores é a marca da Coca-Cola, que faz o público pensar imediatamente na cor vermelha. 

Seta amarela que norteia os profissionais como o brandbook
O brandbook norteia os profissionais de marketing digital. (Foto: Unsplash)

Por outro lado, se sua marca não possui um brandbook, o indicado é que você crie uma identidade visual que sirva para as linhas editoriais e formatos de conteúdos dos posts nas redes sociais. 

Para tanto, você deve elaborar:

  • Uma paleta de cores, indicando quais cores usar em fontes
  • Um guia de fontes possíveis 
  • Um guia de elementos estéticos como botões e outros. 

Criação de um brandbook

No entanto, se sua opção é criar um brandbook para a marca, você deve ter em mente que algumas informações aparecem na maioria dos manuais, já outras devem ser adaptadas de acordo com as necessidades específicas do segmento. Além disso, ele pode e deve ser atualizado quando os elementos forem alterados. 

Ciente disso, veja algumas informações básicas que o seu brandbook deve conter: 

Identidade Visual

Nesse campo, você deve informar as diretrizes do que será visualizado pelo público. Como: 

  • Logo e sua aplicação
  • Cores
  • Tipografia e ícones
  • Grafismo e infográficos
  • Layouts de páginas
  • Templates de posts nas redes sociais
  • Estilo fotográfico
  • Filtros
  • Exemplos de uso

Tom de voz

O tom de voz é referente à linguagem que será usada tanto em redes sociais, e-mail marketing, material impresso. Ele deve ser escolhido de acordo com a persona de sua marca. O manual deve conter:

  • Exemplos de frases e saudações
  • Exemplos de comportamento do perfil e de resolução de conflitos

Institucional

Na parte sobre o Institucional, o brandbook deve orientar sobre quem é a marca para que os profissionais não pensem em estratégias ou publicações que não estão de acordo com o esperado. Portanto, é necessário falar sobre:

  • Descrição e história
  • Missão, visão, valores e propósito da marca
  • Filosofia e cultura
  • Equipe que trabalha atualmente 

Leia também: Saiba como escolher uma linha editorial para sua marca

Portfólio

Na categoria Portfólio, o manual da marca deve mostrar quais são os produtos e serviços disponibilizados pela empresa. 

Mercado

O item mercado é muito importante para profissionais de marketing e vendas. Ele deve informar: 

  • Perfil comercial
  • Públicos
  • Personas
  • Concorrentes e parceiros

Diferencial

Finalmente, em diferencial o brandbook precisa apontar quais são os diferenciais competitivos da marca. 

Brandbook é um grande aliado

Veja sempre o brandbook como um aliado. É ele que irá garantir que todos os profissionais envolvidos mantenham a identidade da marca tanto em questões visuais como textuais. 

O manual de marca pode dar um pouco de trabalho na hora de ser confeccionado, mas será usado constantemente como um norte de todas as propagandas, publicações e planejamentos de marketing digital, conteúdo e branding.

Quer que o Ninho Digital te ajude a montar seu brandbook? Basta preencher as informações abaixo e nós entramos em contato. 

    Autores

    • Larissa Ilaídes é jornalista com experiência de mais de 12 anos em Search Traffic, SEO e Digital Business. Especialista em comunicação digital, professora e empresária, já coordenou operações de conteúdo e estratégias de growth marketing para diversas marcas como Grupo RIC, RIC Mais, Sport America, Aurora Boreal com Marco Brotto, entre outros.

    Compartilhe esse conteúdo:
    Facebook Twitter Whatsapp Linkedin
    Deixe seu comentário

    Materiais para você relacionados

    ×

    Tem dúvidas? Entre em contato:

    × Olá!