Carreira em TI: minha experiência nas vertentes das empresas

Olá, hoje eu vou falar sobre vida profissional, mais especificamente sobre carreira em TI, Tecnologia da Informação. Vou contar tudo sobre a minha experiência e as diferenças entre desenvolvimento de aplicativos e sites.

Além disso, você vai descobrir algumas dicas de como se manter motivado e como devemos planejar os próximos passos da carreira.

Ficou interessado? Então continue a leitura!

Minha carreira de TI

Comecei a desenvolver aplicativos desktop em Kylix, que é o Delphi para Linux, no início dos anos 2000. Depois de 2 anos no projeto, acabei mudando de área e só retornei ao desenvolvimento em 2008, ainda com aplicativos desktop, porém dessa vez no Windows e com Delphi.

Nessa época a BXBsoft que desenvolve soluções de Business Intelligence, para pequenas e médias empresas, começou a receber solicitações de versões web de suas ferramentas. Dessa forma, começamos a desenvolver uma solução web com tecnologias Microsoft. Nessa mesma empresa também tive experiências com os CMS, Joomla e o WordPress.

Em 2012, na i-Cherry, iniciei como programador Web Analytics dando suporte ao setor nas atividades de tagueamento de sites e automação de relatórios usando APIs Google.

Em 2015, passei a trabalhar no desenvolvimento/manutenção de um aplicativo web para gerenciamento de mídias. Um concentrador de métricas de Google Analytics, Google Adwords, Facebook, etc. Essa ferramenta, usada pelas agências i-Cherry, Mirum e Blinks, também desenvolvida com tecnologias Microsoft.

Em 2016, iniciamos um novo projeto com o objetivo de desenvolver uma ferramenta de gerenciamento de mídias similar a já usada, porém mais abrangente, multi linguagem e sob medida para as necessidades da Mirum/i-Cherry. Dessa vez com tecnologia PHP.

Em 2018, aqui no Ninho, iniciei o desenvolvimento de sites com o CMS WordPress.

carreira-em-ti-dicas

Desenvolvimento de aplicativos Web

Na minha experiência de desenvolvimento de aplicativos web, o ciclo do produto foi extenso demais e com isso as tecnologias usadas ficaram ultrapassadas.

Conforme novos módulos e funcionalidades foram sendo implementadas, novas tecnologias também foram inseridas, tornando a manutenção das tecnologias legadas difícil e aumentando o risco de produção de bugs.

Outra faceta dessa experiência foi que mesmo sendo programador full stack, nos aplicativos web se dá mais atenção as funcionalidades, isso é ao backend, do que ao frontend. Dessa forma, minhas técnicas de CSS e afins eram bem limitadas.

Desenvolvimento de sites

Nesse segmento o ciclo do produto é pequeno, podendo chegar a apenas uma semana, infelizmente ainda não cheguei nesse estágio.

Esse curto espaço de tempo no desenvolvimento nos dá a chance de evoluir o setup inicial de desenvolvimento de cada projeto. Permitindo criar uma biblioteca tão rica quanto a diversidade das soluções desenvolvidas e cada vez mais otimizada.

Desenvolvimento de aplicativos Web VS Desenvolvimento de sites

Aplicativos Web (prós)

  • Na minha visão aplicativos web tem a vantagem de poder usar arquiteturas robustas como MVC e MVVM por exemplo.
  • Possibilitam o uso de técnicas avançadas de programação como orientação a objetos por exemplo.

Aplicativos Web (contras)

  • Os contras na minha opinião são o tempo de desenvolvimento que provoca a desconexão de tecnologias, dificultando novas implementações e tornam árduas as manutenções.
  • Descaso, por assim dizer, com o refinamento visual da camada frontend.

Desenvolvimento de sites (prós)

  • O uso de uma grande gama de CMS e seus plugins, que aceleram o tempo de desenvolvimento e dão robustez e funcionalidades aos sites.
  • A possibilidade de testar novas tecnologias a qualquer momento, com baixo impacto nos projetos.
  • Biblioteca própria com as soluções desenvolvidas em projetos anteriores, agilizando ainda mais o processo de desenvolvimento.

Desenvolvimento de sites (contras)

  • Infelizmente a maior força do desenvolvimento com CMS e plugins, também é a maior fraqueza, porque ao usá-los temos que abrir mão de controle, perdendo o poder de escolha de arquiteturas e técnicas avançadas de programação, nós obrigando a adotar do que foi pensado pelo time de desenvolvimento da ferramenta. Não que seja impossível usar MVC ou Orientação a objetos com CMS, só não sei se traz grandes ganhos.
  • Limitação de técnicas avançadas e novas tecnologias no backend, necessitando a adaptação ao que foi pensado pelo time da ferramenta.

Como se manter motivado na carreira de TI

Assim como as pessoas vêm e vão nas empresas, nós também temos nossos ciclos em diferentes organizações. Sendo que cada uma trabalha (ou não) a motivação de seus empregados.

Dessa forma, não devemos esperar ou depender delas nesse quesito, temos que ter nossa própria agenda, seja aprender essa ou aquela tecnologia, ou ter um objetivo maior como masterizar a produção de sites por exemplo.

Tudo é válido se nos motiva e nos dá um foco. Sendo que o principal enquanto profissional é almejar ser o melhor de nossa área. Enquanto isso não acontece, podemos pelo menos ser hoje melhor que ontem e assim por diante, sempre crescendo.

Claro que não podemos ser ingênuos e achar que tudo vai dar certo, até porque não somos perfeitos, mas a cada queda aproveite para voltar mais forte.

Próximos passos de nossa carreira

Infelizmente ou felizmente ;), não posso dizer quais serão os próximos passos da sua carreira, isso é você quem decide, mas espero que seja qual for sua escolha, que você obtenha SUCESSO.

Quanto a mim, gostaria de experimentar desenvolvimento de aplicativos para celular, machine learning e desenvolvimento de jogos.

O que achou sobre as considerações sobre a carreira de TI? Tem alguma contribuição? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente!

Comentários(0)

Deixe um comentário