Blog do Ninho

Acompanhe nosso blog de Marketing Digital com notícias sobre Marketing, novidades, ferramentas e tudo o que você precisa para traçar as melhores estratégias.

Home / Blog do Ninho / Por que criar site com WordPress?

Por que criar site com WordPress?

Por que criar site com WordPress?

O tempo passou e as ferramentas de CMS, ficaram cada vez mais amigáveis, em parte pela evolução das ferramentas e também por causa esmagadora quantidade e qualidade da documentação, dos tutoriais, dos cursos e posts com soluções de erros. Hoje está muito mais fácil saber por que criar site com WordPress.

Meu primeiro contato com CMS, foi há muito tempo com o Joomla!. Na época, achei que estávamos usando a ferramenta de forma errada. O que realmente aconteceu é que não investi tempo para estudar a fundo o funcionamento da ferramenta. Em resumo: não consegui fazer as customizações necessárias.

Com uma busca simples, preferencialmente em inglês, que é mais fácil de estruturar e retorna melhores resultados, você normalmente encontra o que precisa nos primeiros links.

Sabemos que o WordPress é o CMS mais usado mas quanto ele representa nesse ecossistema?

WordPress: o CMS/plataforma mais utilizado na Internet 

O primeiro argumento é o seu uso massivo. 

Nesse caso é ótimo ser uma Maria vai com as outras, porque, caso você enfrente algum problema, alguém provavelmente já terá passado por isso e a dúvida estará documentada de forma acessível a uma busca.

Na tabela abaixo podemos ver que o WordPress reina absoluto e evolui mensalmente. Mesmo em um cenário extremamente competitivo.

Top 5 CMS market share: evolução de janeiro a junho/2019:

2019
1 Jan
2019
1 Feb
2019
1 Mar
2019
1 Apr
2019
1 May
2019
1 Jun
2019
28 Jun
WordPress 59,7% 60,0% 60,2% 60,4% 60,6% 60,7% 60,8%
Joomla 5,4% 5,4% 5,3% 5,2% 5,2% 5,1% 5,1%
Drupal 3,5% 3,5% 3,4% 3,4% 3,4% 3,3% 3,3%
Shopify 2,6% 2,7% 2,7% 2,7% 2,7% 2,8% 2,8%
Squarespace 2,6% 2,7% 2,7% 2,7% 2,7% 2,8% 2,8%

O WordPress está presente em mais de 1/3 de todos os sites.

Fonte: W3Techs – web technology Surveys

O uso do WordPress ainda contribui para democratizar as opções do mercado. Com uma página bacana, qualquer empresa pode se colocar no mesmo patamar de grandes companhias e é ótima ferramenta de Marketing para start ups.

Desenvolvendo a partir do zero

Outra experiência que me faz apreciar ainda mais o WordPress, foi ter trabalhado em um projeto com PHP, usando o framework CodeIgniter. Nesse projeto a base do sistema, que é: segurança, sistema de login, acesso do Frontend a API do Backend, suporte a multilinguagem, etc. Foi desenvolvido do zero, o que consumiu bastante tempo do projeto, comprometendo o foco nas funcionalidades que no final das contas é o que fica visível no sistema, dando a impressão errada que depois de 4 meses pouca coisa tinha sido desenvolvido.

Outro problema dessa abordagem, é que por falta de tempo, cultura e a enorme quantidade de variáveis como quantidade de navegadores web e versões desses navegadores, inclusive legados com o infame Internet Explorer, tornam esses testes complexos e demorados. Ainda temos tamanho de tela de dispositivos e por aí vai.

O WordPress, que foi lançado em 23 de maio de 2003, acompanhou a evolução dos padrões da Internet desde sua primeira versão, é amplamente testado e otimizado. Isso faz com que seu core tenha o necessário para suporte de aplicações web e sites robustos.

WordPress: não é necessário reinventar a roda

O segundo argumento de por que criar site com WordPress é a maturidade da ferramenta.

Depois de 16 anos de idade, o WordPress está atualmente na versão 5.2.2, possibilitando o desenvolvimento com foco em funcionalidades, com suporte robusto a funcionalidades base. 

Plugins WordPress: extensões que dão ainda mais músculos ao WordPress

Atualmente existem 55.162 plugins listados no site WordPress.org. Essa quantidade avassaladora, possibilita a criação de aplicações web e sites com muitos recursos em pouco tempo.

A maioria desses plugins são open source possibilitando modificações e aprendizado da funcionalidade que desempenham, possibilitando que você adapte ou crie seus próprios plugins de forma simples e rápida.

WordPress com esteroides

O terceiro argumento são os plugins/extensões.

Eu procuro usar plugins com parcimônia, porque, quando usamos um plugin, estamos trocando agilidade por controle. Isso porque esse plugin foi escrito por alguém com objetivos que nem sempre se alinham aos objetivos da funcionalidade de nosso projeto.

Porém alguns desses plugins são quase perfeitos e praticamente obrigatórios em alguns projetos. Como o Advanced Custom Fields e Contact Form 7 por exemplo. Se você está procurando por que criar site com WordPress e busca facilidade, vale a pena lançar mão desses recursos.

WordPress: vibrante e olhando para o futuro

Após 16 anos de seu lançamento o WordPress, um dinossauro quando se fala desse cenário tão mutável como o de tecnologia, não está pronto para jogar a toalha. 

Muito pelo contrário esse ancião digital parece só estar começando, seja por estar sempre atualizando o seu núcleo com novas versões PHP, ou ainda acompanhando o dinamismo das bibliotecas JavaScript, atualmente usando o ReactJS para isso.

O quarto argumento é ser contemporâneo, mostrando que a idade pode ser apenas um número.

Esses 4 argumentos são apenas o começo, há muito mais vantagens no uso do WordPress, a lista é extensa e dependem do escopo de cada projeto.

O WordPress quer matar o desenvolvedor!

Esse post foi inspirado no vídeo Como vender sites WordPress: argumentos para clientes e gerentes, do Felipe Elia.

O Felipe é um dos organizadores do WordPress Meetup Curitiba, evento mensal com as notícias mais atualizadas sobre o mundo WordPress. E tanto o seu blog como o seu canal no youtube tem excelente material sobre WordPress. 

Em um dos meetups, o Felipe, afirmou que o objetivo WordPress é “matar o desenvolvedor!”, claro que no sentido figurado, rs! E ele tem razão, o objetivo é realmente tornar tão simples que qualquer um que queira criar um blog ou site, consiga sem a necessidade de um profissional.

A ironia é que talvez sejam os desenvolvedores quem mais apreciam e reconhecem o valor desse recurso tão rico.

Você usa a ferramenta? Quando descobriu por que construir site com WordPress? Compartilhe suas experiências deixando um comentário abaixo!

Compartilhe esse conteúdo:
Facebook Twitter Whatsapp Linkedin
Sobre o(a) autor(a)
Nelson
Deixe seu comentário

Materiais para você relacionados