Blog do Ninho

Acompanhe nosso blog de Marketing Digital com notícias sobre Marketing, novidades, ferramentas e tudo o que você precisa para traçar as melhores estratégias.

Home / Blog do Ninho / Tendências do Design: o design na área da saúde

Tendências do Design: o design na área da saúde

Publicado em: 17 de maio de 2019

Tendências do Design: o design na área da saúde
Conecte-se no Linkedin: Linkedin

Muitos acreditam que a artes visuais são limitadas a empresas cheias de criatividade, cores e ousadia. É um engano. As técnicas são utilizadas por empresas e negócios de todos os setores como forma de alavancar os negócios. Hoje, falaremos sobre o Design na área da saúde. 

Sem dúvidas, quando você tem um negócio – ou admira muito um -, seja ele uma loja, uma marca ou um serviço, o seu visual é levado muito em conta, afinal, somos seres visuais na maior parte do tempo.

Apesar disso, não é aconselhado aplicar as mesmas formas, cores ou técnicas a todos os segmentos existentes, porque cada elemento é capaz de trazer uma sensação diferente para os usuários ou consumidores.

Por isso, começo essa série como objetivo de mostrar as tendências do Design dentro de cada área profissional. E aí, vamos começar? ?‍⚕

Quais os elementos do Design na área da saúde?

Talvez seu primeiro pensamento quando as palavras “design” e “saúde” estão juntas seja de que não faz sentido. Se um médico for bom você receberá recomendações, ou vai a uma consulta para depois definir se gostou ou não dos métodos daquele profissional, certo?

Você acorda um dia e pensa “preciso de um novo plano de saúde”. Logo quando sai de casa você se depara com o outdoor em verde, sem nenhuma imagem, apenas um texto e a logo do plano. Alguns minutos depois, você recebe um flyer de um novo plano de saúde com a imagem da família sorrindo, saudáveis. Qual dos dois você escolheria para contratar os serviços?

Hoje em dia, o design também é levado em consideração na hora da decisão de compra. Mas, quais elementos podem ser analisados dentro da área da saúde?

Quais cores melhor representam a área da saúde?

A psicologia das cores, sem dúvidas, tem grande influência na hora de montar o design do seu negócio. Elas, assim como os outros elementos, são capazes de despertar emoções nas pessoas, mesmo que inconscientemente.

Na área da saúde, é importante que a calma e a segurança sejam exploradas, afinal, ninguém gosta de ir a um hospital ou um consultório com a sensação de agitação quando se tem um problema de saúde para resolver. Veja abaixo um breve resumo da psicologia das cores que podem trazer essas sensações:

O verde e o azul são cores comuns de serem encontradas em serviços ou produtos relacionados à saúde. O roxo, por ser uma cor mais lúdica, muitas vezes é deixada de lado, mas ainda sim é válido utilizá-la dependendo do serviço oferecido. Dá uma olhada em algumas logos de planos de saúde e hospitais:

Dica! Para montar um esquema de cores bem legal, a Adobe disponibiliza uma ferramenta gratuita chamada Adobe Color, nela você consegue montar sua paleta de cores com sugestões de cores análogas, monocromáticas, entre outros.  

Porém, as cores não fazem o design sozinhas. Também precisam do auxílio de outros elementos do design, como, por exemplo, as imagens das peças visuais.

Como escolher as imagens ideais?

Não existe fórmula mágica para que as imagens perfeitas para o seu negócio apareçam, mas tenho algumas dicas que podem ajudar a escolher as que mais encaixam na proposta da saúde.

Leve em conta a iluminação da imagem e suas cores

Imagens mais claras, sem muito contraste, geralmente são mais bem vistas por transmitirem a sensação de paz e tranquilidade. Quando muito escuras ou contrastadas podem parecer brutas e pouco atrativas. Veja os exemplos que separei:

A primeira imagem possui tons claros, além de conter as cores mencionadas anteriormente nesse artigo. A segunda possui cores muito fortes – como o vermelho – e escuras – como o preto – e não passam a sensação ideal para a área profissional em questão.

As expressões dos modelos também são importantes

Pessoas se espelham em anúncios. Existe aquele exemplo clichê das “propagandas de margarina”, que dão a entender que se a família consome aquela margarina específica terá cafés da manhã felizes todos os dias. A expressão das pessoas na imagem também é muito importante para o design. Veja abaixo:

Na primeira foto, não é possível saber que tipo de notícia o paciente está recebendo, podendo causar preocupação. Na segunda, com a médica sorrindo, já podemos interpretar que ela está falando coisas boas, ou seja, provavelmente está dando uma boa notícia.

Não se esqueça da tipografia

Por fim, um elemento muitas vezes esquecido são as fontes. Pode parecer estranho, mas elas também são capazes de transmitir sensações e aguçar julgamentos, além de serem muito relevantes nas tendências do design. 

Apesar das duas imagens serem a mesma, a tipografia muda completamente a interpretação das duas. A primeira, com uma fonte mais clean passa uma sensação de profissionalismo e cuidado com o paciente. A segunda, com uma fonte fantasia, causa estranhamento e falta de tato com o público da área da saúde.

Como aplicar?

Depois de todas as dicas, claro que existem bons exemplos de como e onde aplicar esses elementos de acordo com as tendências do design na área da saúde. Dá uma olhadinha no material que eu separei como referência ?

Redes Sociais

Fonte: https://www.behance.net/gallery/61207803/Hospital-Santa-Helena-Social-Media tracking_source=search%7Chospital%20social%20media

https://www.behance.net/gallery/58166105/Social-Media-Hospital-Pompia?tracking_source=search%7Chospital%20social%20media)
https://www.behance.net/gallery/74016105/Social-Media-Doctor-Antivejez-2018?tracking_source=search%7Cdoctor%20social%20media)

Sites

https://www.behance.net/gallery/78625685/UX-UI-Doctor-Appointment-Website-Hospital-Site?tracking_source=search%7Cdoctor%20website

https://www.behance.net/gallery/67942245/Medical-Landing-Page?tracking_source=search%7Cdoctor%20website

https://doctor-carter.seaside-themes.com/

É importante lembrar que essas dicas são baseadas na minha experiência com design na área da saúde. Aqui no Ninho nós pensamos cada produto e serviço como únicos.  Quer saber mais sobre esse e outros assuntos? Siga a gente nas redes sociais, estamos no Facebook, LinkedIn e Instagram!  

Compartilhe esse conteúdo:
Facebook Twitter Whatsapp Linkedin
Sobre o(a) autor(a)
Anna
Linkedin
Anna Forlepa

Sou Head of Design aqui no Ninho 😊! Passo mais tempo com meus gatos do que deveria e não me arrependo. Tenho fascínio pela experiência que o Design proporciona na vida das pessoas e sou apaixonada pela minha profissão. Formada em Publicidade e Propaganda pela PUC-PR e pós-graduanda em Gestão de Marketing pela Universidade Positivo.

Deixe seu comentário

Materiais para você relacionados