Blog do Ninho

Acompanhe nosso blog de Marketing Digital com notícias sobre Marketing, novidades, ferramentas e tudo o que você precisa para traçar as melhores estratégias.

Home / Blog do Ninho / Como fazer otimização de campanha Facebook Ads?

Como fazer otimização de campanha Facebook Ads?

Publicado em: 7 de janeiro de 2020

Como fazer otimização de campanha Facebook Ads?

O objetivo de sua campanha tem que estar alinhado à sua estratégia de marketing. Então, veja e faça a otimização de campanha Facebook Ads em conjunto com as estratégias de SEO, E-mail Marketing, Social Media e também de mídia off-line.

Você está preocupado com os resultados das suas campanhas de Facebook Ads e não sabe por onde começar? Saiba que essa dúvida é normal quando não se tem muita experiência. Aqui no Ninho Digital eu lido com clientes de todos os portes e setores e, mesmo assim, às vezes surge esse dilema de quais as melhores estratégias para otimização de campanha Facebook Ads.

Existem diversas formas para você fazer isso e garantir melhores resultados e, com a minha experiência, tenho certeza que posso ajudar você. E, acredite, vale para todo mundo. Vou dar uma orientação simples de alguns procedimentos que você pode tomar para melhorar os seus resultados. O conceito de low hangin fruit  me ajuda muito. Ele fala sobre utilizarmos da melhor forma os recursos que temos. Então, esse artigo aqui se encaixa para quem tem interesse em obter os melhores resultados com os recursos que tem à disposição. 

Fique ligado no post que preparei para você e veja como colher resultados com anúncios patrocinados. Confira!

Quem tem interesse na otimização de campanha Facebook Ads?

Para quem é esse texto?

  • Para quem quer entender mais as campanhas que sua agência ou equipe que está gerenciando.
  • Para profissionais de mídia que estão inseguros com os resultados de suas campanhas. 

Primeiro, é importante que duas perguntas sejam respondidas antes de planejar suas campanhas.

  1. O que você pretende com sua campanha?
  2. Qual é a métrica que você vai utilizar para acompanhamento da sua campanha?

Para responder a essas perguntas é importante você saber os resultados que alcançar quer por meio do seu investimento no Facebook. Caso não tenha segurança com público e investimento, você pode dedicar 20% da verba para testes que poderão lhe apontar os melhores resultados antes de escalonar seu orçamento e escolher uma métrica importantíssima de acompanhamento, como no conceito de OMTM (One Metric That Metters). 

Qual deve ser o objetivo de uma campanha Facebook Ads?

O objetivo de sua campanha tem que estar alinhado à sua estratégia de marketing. Então, veja a estratégia de Facebook Ads em conjunto com as estratégias de SEO, E-mail Marketing, Social Media e também de mídia off-line. Se for algo que vai influenciar diretamente na rotina das pessoas da equipe comercial, alinhe com elas também e busque, claro, boas práticas para levantar dados que podem ser fundamentais para acompanhamento e otimização das campanhas. 

Por exemplo: uma agência de viagens quer leads interessados em um pacote de viagem que você está vendendo para a Finlândia. Então, o objetivo é a geração de cadastros e a métrica de acompanhamento pode ser o custo/cadastro. 

Você está aí com uma ou mais campanhas ativas no seu Gerenciador de Anúncios e quer melhorá-las? O objetivo está bem claro e determinou um valor (ou intervalo) de referência para sua métrica? No exemplo da agência de viagens, suponhamos, hipoteticamente, que o valor ideal é R$ 10 por cadastro.

Ah! Importantíssimo! Nós podemos errar e feio nessa métrica de referência, pois vai depender do leilão que você está participando. Por isso, temos que esgotar as possibilidades de que estamos errados antes de desistirmos dela. (Eu já perdi alguns fins de semana, muitos fios de cabelo e várias noites de sono por não ter ajustado bem a minha métrica).

Como saber se a campanha é eficiente?

Vamos a alguns passos que você vai tomar para verificar a efetividade de sua campanha. No Facebook Ads trabalhamos com três níveis hierárquicos de configuração, de cima para baixo: Campanha, Conjunto de Anúncio e Anúncio.

Nossa varredura pelo problema vai ser feita começando do nível de anúncio e depois para o conjunto de anúncio. 

Faça uma análise dos criativos

Faça uma análise crítica dos seus anúncios. Veja se a imagem utilizada chama a atenção do seu público e se, de certa forma, remete ao que você vende. 

Se possível, trabalhe com três linhas criativas distintas para ver se tem alguma que funciona melhor que outra. Muitas vezes, esperamos que um layout bonito e que passe com OK na ferramenta de sobreposição de texto vai entregar melhor e trará os melhores resultados. Mas esses dois fatores não são tão relevantes se sua campanha não está indo como planejou. Para achar o melhor anúncio, você vai testar vídeo versus estático. Layout versus Foto.

Mude e observe o que está entregando melhor.

[O Facebook Ads possibilita a utilização de criativos dinâmicos para encontrar qual pode entregar melhor. Sinta-se à vontade para testar e compartilhe seus resultados comigo para que eu possa atualizar meu texto, pois ainda não pude fazer essa análise.]

Já vi casos que a simples troca do criativo mudou de 20% para 80% de aderência do público esperado. Então, a minha dica é: sempre que possível, amplie as possibilidades de criativos e, caso necessário, troque para aquele que pode atingir melhor seu público. Lembre-se: o usuário passa 0.75 segundos em média pelo seu anúncio, então a arte tem que ter impacto na sua segmentação de público.  

Ajuste o investimento nos conjuntos de anúncio (gra-du-al-men-te)

Crie conjuntos de anúncio de acordo com a maturidade de suas estratégias de mídia. Se você está começando agora com uma conta de anúncios, estabeleça uma ou mais personas (definindo interesses, idade, sexo) e divida a sua verba igualitariamente entre os conjuntos com os respectivos públicos. 

Veja se você obteve resultados convincentes para começar a tomar decisões sobre o investimento. Caso um conjunto esteja funcionando melhor que outro e próximo da métrica de referência, invista de forma inteligente para ver se é possível chegar perto dela. Aproveite uma dica da galera que trabalha com Facebook Ads: nunca aumente e nem diminua seu investimento além de 20% do valor. 

Na figura abaixo, temos nessa campanha o CPC (custo por clique) um valor de R$ 0,39 e a nossa métrica de referência é de R$ 0,25. Como está acima, teríamos que ajustar o investimento. Podemos colocar 20% adicionais no conjunto que está com um CPC mais alto e verificar, após três ou cinco dias, se o custo por resultado diminuiu.

Amplie para poder segmentar seu público 

Pode ser bem interessante você trabalhar com um público de alcance potencial mais amplo para depois começar uma segmentação e tracionar bem sua campanha. Para isso, visualize o gráfico constando os dados demográficos das pessoas que estão interagindo com seu anúncio. 

No exemplo da imagem temos maior aderência no público de 25 a 34 anos. Podemos tomar a opção de trabalhar com um conjunto dedicado a pessoas com esse perfil ou esperar mais um pouco, caso a campanha não tenha dado um número de impressões expressivo (acima de 1000, no mínimo). 

Já fez tudo que sugeri até aqui? Então, vamos observar a otimização e veiculação

Você já percebeu que um anúncio vai melhor que outro, já trocou o criativo, já ajustou o público, aumentou o investimento diário, esperou, no mínimo, 3 dias entre cada alteração e ainda não chegou perto da métrica esperada?

Vamos ajustar a otimização e veiculação. Dependendo do objetivo, você só consegue fazer alguns ajustes após ter dado o play. Na figura abaixo, eu não posso mais mexer na “Otimização para veiculação de anúncio” e “Limite de Frequência”, mas posso mexer o “Controle de Lance”. 

Daí você pensa: “então é só colocar o valor que eu quero pagar por mil pessoas e pronto”. Ledo engano, pois, caso você coloque isso antes de começar a observar a campanha sem ter o mínimo de ideia do lance pro público que está atingindo, você pode inflacionar o leilão. Dessa forma, você vai pagar mais do que precisa. 

Caso a média mais baixa tenha ficado acima da referência, tente revê-la e coloque um lance abaixo, veja se está conseguindo obter os resultados esperados. Revise a cada três ou cinco dias para conseguir o ajuste perfeito de seu lance e, se ele ficar levemente abaixo do lance máximo por uns cinco dias, tire o lance e deixe solto para sentir qual é o limite inferior. 

Viu como é possível fazer otimização de campanha Facebook Ads? Para isso, no entanto, é imprescindível que você tenha um site responsivo e de acordo com o que manda o SEO (Search Engine Optimization). Aproveite e veja agora como fazer um site otimizado em nosso artigo especial sobre o assunto! 

Pronto para voar conosco?

Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato para falar sobre o seu negócio:

Compartilhe esse conteúdo:
Facebook Twitter Whatsapp Linkedin
Sobre o(a) autor(a)
Carlos André
Carlos André Zavadinack

Sou publicitário por formação, curioso por natureza, músico por insistência, professor por paixão, pesquisador da Inteligência Artificial por consequência e analista de Marketing Digital por tudo isso junto. Como Bird, sou Analista de Mídia, elaboro estratégias de tráfego à luz da IA, Branding, Inbound Marketing e por aí vai.

Deixe seu comentário

Materiais para você relacionados