Blog do Ninho

Acompanhe nosso blog de Marketing Digital com notícias sobre Marketing, novidades, ferramentas e tudo o que você precisa para traçar as melhores estratégias.

Home / Blog do Ninho / Dicas de atendimento ao cliente: como se faz um briefing de qualidade

Dicas de atendimento ao cliente: como se faz um briefing de qualidade

Publicado em: 14 de fevereiro de 2020

Dicas de atendimento ao cliente: como se faz um briefing de qualidade
Conecte-se no Linkedin: Linkedin

Saber como se faz um briefing garante que você colete as informações mais importantes para desempenhar estratégias assertivas.

Hoje quero dividir com vocês uma das principais atividades do atendimento ao cliente. Além de ser uma das maiores responsabilidades de uma agência, é também uma das mais frequentes. O problema é que nem sempre a gente sabe como se faz um briefing de qualidade.

É importante lembrar que por trás de todo projeto existe um processo criativo. Para que dê tudo certo, é necessário fazer n,ada mais, nada menos, do que um bom (e completo) briefing. Mas o que fazer para ser assertivo na entrega do projeto? A resposta é simples: quanto mais elaborado, mais fidedigno será o resultado final.

Quer saber mais sobre atendimento ao cliente e como fazer um briefing de responsa? Continue a leitura e descubra tudo!

Por que saber como fazer um bom briefing?

O briefing é o direcionamento de tudo; é o norte da produção. Através dele sabemos como seguir, quais testes fazer, o que vai funcionar e uma das coisas mais importantes: o que não devemos fazer. É a melhor maneira de chegar em um resultado mais completo, tanto na parte estratégica para o marketing em si, quanto para alcançar – ou superar – as expectativas do cliente.

Como se faz um briefing de qualidade?

Aqui no Ninho, nós fazemos dois briefings. O primeiro nós chamamos de “perfil do cliente”. É uma análise macro que agrega diversas informações que nos ajudam a entender quem é este cliente. Veja abaixo o que colocamos neste perfil. 

  • O que é a empresa
  • O posicionamento da empresa perante o mercado
  • O que ele quer (como empresa)
  • Quais são os concorrentes (diretos e indiretos)
  • Qual o público que ele quer atingir
  • Pontos fortes e fracos da empresa

Após entender o cliente e suas necessidades, vamos ao segundo briefing, que é o do projeto em si. Não importa se o serviço contratado é de Social Media ou a criação de um site com WordPress, que tem um processo bem extenso e mais robusto. Cada briefing tem sua particularidade de acordo com o produto.

Por isso é tão importante ter a convicção de que todo e qualquer projeto exige uma estratégia para dar certo. E você só terá um bom resultado se tiver um briefing de qualidade. Pode acreditar em mim, ele faz toda a diferença

Pode parecer óbvio dividir o processo em duas partes – uma macro e outra micro – para entender o cliente e o projeto. Mas nem sempre o óbvio é seguido à risca, não é mesmo?! E isso causa cada desgaste… Para ambas partes.

Perceba que o briefing depende única e exclusivamente de você. Existem ferramentas que facilitam esse processo, porém ele não terá sucesso se você não definir o que deve ser perguntado. O segredo está em entender o cliente e o que ele quer com aquele projeto. Arrisco dizer que esse é o parágrafo mais importante do conteúdo – e olha que ainda nem acabou 

Ferramentas para criação de briefing

Para saber fazer um briefing, é essencial saber quais ferramentas temos à disposição para auxiliar nessa etapa. Veja, abaixo, algumas ferramentas de que eu não abro mão na hora de falar com os clientes. 

Google Forms

O briefing também é um trabalho de pesquisa e, dependendo do produto que você está ofertando, o Google Forms acaba sendo uma ótima fonte para coleta de informação. Com perguntas objetivas você consegue um briefing de projeto bem bacana. Garanto!

Evernote

É uma ótima ferramenta para organizar informações e possui diversos recursos que vão facilitar a sua vida se você quer saber como se faz um briefing. Pode funcionar como checklist, em que você separa as informações que deseja coletar por tópicos. A ferramenta também te ajuda a priorizar ideias, projetos e até mesmo listas de tarefas! Já vem com alguns modelos prontos e aceita diversas integrações. Vale super a pena!

Bloco de Notas

Sim, o bom e velho bloco de notas é uma ótima maneira de criar um briefing. Você separa as perguntas mais importantes, conversa com o cliente e anota tudinho que ele te conta; é uma maneira descontraída para fazer a criação do briefing. Porém, lembre-se de que é importante ter algumas perguntas prontas para direcionar o cliente e também para não deixar escapar pontos-chave. Uma conversa tende a passar por diversos assuntos e pode acabar perdendo o foco. Em resumo: o bloco de notas pode ser ótimo, mas é necessária uma atenção extra ao criar um briefing com ele!

Essas três ferramentas são extremamente eficientes se você souber exatamente o que deve perguntar. Se separar o processo em duas partes, fica ainda melhor para criar um briefing bem completo e chegar com todas as informações que a sua produção irá precisar durante o processo criativo e ter um resultado incrível!

Viu como se faz um briefing de qualidade e como a tarefa pode ser feita de forma proveitosa e com todas as informações que você precisa? Quer saber mais sobre o assunto? Então confira nosso artigo com dicas de atendimento ao cliente e coloque tudo em prática no seu dia a dia.

Pronto para voar conosco?

Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato para falar sobre o seu negócio:

Compartilhe esse conteúdo:
Facebook Twitter Whatsapp Linkedin
Sobre o(a) autor(a)
Camila
Linkedin
Camila Ribas

Sou Jornalista e especialista em Produção de Conteúdo e SEO. Atuei com empresas do Brasil inteiro, ajudando-as a conquistarem clientes e aumentarem as vendas por meio de leitura relevante e estratégias assertivas de conteúdo. Sou uma apaixonada por Marketing Digital, música, cinema, plantas, pets e Carmela.

Deixe seu comentário

Materiais para você relacionados