Gestão de projetos em marketing: 4 dicas eficientes para agência!

Quem estuda ou se interessa por Gestão de Projetos em Marketing sabe as dezenas de metodologias criadas pelo mundo afora. E elas são importantes? Extremamente. Mas elas funcionam? Nem sempre.

O que vai definir se uma metodologia vai funcionar ou não, envolve diversos fatores, como a forma de aplicá-la, o comprometimento dos envolvidos e as particularidades de cada negócio, ou agência. Mas o que posso afirmar, é que só teremos a total certeza de que aquela metodologia vai realmente funcionar, quando colocamos ela em prática.

E para você, gestor de projetos de agência, vou dar 4 dicas (aplicadas e testadas por mim) que poderão te auxiliar nessa implementação e, quem sabe,  deixá-la mais assertiva.

1. Pare de engessar os processos, seja flexível

Criar processos e fluxos, automatizar etapas e operacionalizar algumas tarefas dá um trabalho tremendo, né? E quando estamos com tudo rodando após meses estruturando (quem sabe anos), é extremamente satisfatório. Porém, colocar tudo para rodar não é o fim da linha, bem pelo contrário, é aí que tudo começa.

gestao-de-projetos-agencia

Mas como assim? Passei horas criando fluxos, pensando nos melhores formatos de trabalho e de entrega, treinei toda equipe, e tá só começando? É isso aí! Tão importante quanto montar tudo, é aperfeiçoar esse fluxo, seja diminuindo, aumentando, alterando e ajustando toda essa estrutura, visando sempre trazer mais agilidade para produção. Então não engesse os processos, trabalhe para que eles facilitem o dia a dia da agência.

2. Defina responsáveis para gestão de projetos em Marketing

Dentro de uma agência todos possuem suas funções determinadas. Então pronto, em um projeto todos sabem quais são suas responsabilidades, certo? Errado! É muito importante definir claramente quais são os responsáveis por cada tarefa.

Além de criar autonomia aos envolvidos e estruturar as atividades, também aumenta o comprometimento de todos, pois gera um senso de responsabilidade dos envolvidos, resultando em maior produtividade da equipe como um todo, pois conseguimos dividir as tarefas, reduzindo o desequilíbrio na carga de trabalho e evitando conflitos.

Para nós gestores, isso é ainda mais importante, pois dá a possibilidade de avaliação individual dos envolvidos no projeto, auxiliando nas reuniões de feedback e ajuda muito na análise dos processos separadamente, facilitando a implementação de melhorias.

3. Seja mais analítico e acompanhe de perto os índices

Trabalhar com marketing digital traz algumas vantagens quando comparadas ao marketing tradicional, como a facilidade de coletar, rastrear e medir as ações e comportamentos do usuário, além de mensurar de forma muito confiável os resultados e canais de melhor desempenho, seja qual for a campanha ou estratégia utilizada.

No nosso Mercado, é muito comum ver gestores tomando decisões importantes baseadas no feeling. Não que seja uma prática de toda errada, porém criar uma estratégia de marketing totalmente fundamentada na intuição, pode ser um tiro no pé.

Com uma rotina intensa, nós gestores precisamos ser mais assertivos nas tomadas de decisão. Então vamos usar toda essa tecnologia à nosso favor? Crie uma Cultura de monitoramento e análise de dados, use e abuse dela para basear os próximos passos das estratégias sua agência e clientes.

gestao-de-processos-marketing

4. Não tome todas as decisões sozinho

Você já ouviu falar de gestão participativa? É uma prática que já vem sendo aplicada em diversas empresas há alguns anos, que nada mais é do que envolver os colaboradores no processo de tomada de decisões.

O dia a dia das agências, que tem como combustível a criatividade, é repleto de pequenas decisões, então já parou para pensar em quanta agilidade você e sua equipe ganhariam se eles pudesse decidir o que fariam em, pelo menos, 50% dos “pepinos”  sem precisar da sua aprovação? Ô bença!

Então, aquele velho ditado clichê que “duas cabeças pensam melhor que uma” realmente funciona na prática da gestão de projetos. Claro que uma decisão individual normalmente requer menos tempo, não causa desgaste por confronto de opiniões e define responsáveis de forma mais clara.

Porém observamos, que as vantagens de ter uma gestão participativa são muito mais impactantes para uma agência, pois geram comprometimento, crescimento e comunicação integrada.

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Ninho Digital (@ninhodigital) em

E você? Está iniciando na área de gestão de projetos em Marketing ou já é um expert? Conta pra gente 🙂

Comentários(0)

Deixe um comentário